banner-site-sindicalize-se

Seg, 12 de Junho de 2017 14:09    PDF Imprimir E-mail
Mulheres mobilizadas em São Paulo querem a saída de Temer e eleições diretas

Maria Gadú, Tulipa Ruiz, Ana Cañas, Lurdez da Luz, entre outros artistas, reúnem-se com a população no Largo do Arouche para protestar contra reformas e pela saída de Temer

argaiv1364


Movimentos de mulheres e organizações feministas realizam ato-show, no Largo do Arouche, em São Paulo, neste domingo (11), para exigir a saída do presidente Michel Temer (PMDB-SP) e a realização de eleições diretas já. O ato, convocado por artistas, intelectuais e atletas conta com a participação das cantoras Maria Gadú, Tulipa Ruiz, Ana Cañas, Lurdez da Luz, entre outras.

"A gente não quer só que o Temer caia. A gente quer ele caia pelas nossas mãos. E a gente quer mais que eleições diretas, a gente quer barrar as reformas", diz Camila Kfouri, uma das articuladoras do momento, em entrevista à RBA.

Além da mudança do atual governo e a realização de novas eleições, a manifestação intitulada Mulheres Pelas Diretas e Por Direitos também marca posição contra a retirada de direitos dos trabalhadores representada pelas propostas de reforma trabalhista e da Previdência, que as prejudicarão ainda mais gravemente.

Elas também reivindicam o combate a todas as formas de violência contra a mulher e lutam pela derrubada da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 29/2015, que proíbe o aborto mesmo em caso de risco à vida da gestante, gravidez gerada por estupro ou fetos com anencefalia, hoje considerado legal para estes casos.

"Sai daí, Temer golpista! Eu quero mais do que as diretas, eu quero direitos. Aqui tem guerreira, o Brasil não é feira", exclamou a MC Bárbara Bivolt. Já a rapper feminista Luana Hansen ressaltou a luta por direitos. "Nenhum direitos a menos. Enquanto a Justiça estiver fazendo isso, a gente vai lugar pelos nossos direitos."

Sonia Coelho, da Marcha Mundial das Mulheres (MMM), ressaltou que o golpe parlamentar que colocou Temer no poder é "misógino" e aprofunda a retirada de direitos, principalmente das mulheres. Ela diz que o pleito por mais direitos está vinculado a uma plataforma popular e feminista. "Enquanto a gente está lutando contra as reformas, eles tentam retirar o direito das mulheres ao aborto legal."

Miriam Hermógenes, da Central de Movimentos Populares (CMP), convocou as mulheres a participarem da greve geral marcada para o próximo dia 30, contra as reformas e pela saída de Michel Temer. "A greve não é dos sindicatos. É dos trabalhadores e trabalhadores. Se não pararem essas reformas, se o temer não cair, o Brasil vai parar."

A MC Brisa Flow lembrou que as vozes, no ato-show, são das mulheres, mas o diálogo é com todos. "O problema da violência contra a mulher é um problema de todos. Não é um evento exclusivo das mulheres. Eles tentam invisibilizar a gente dentro da política, dentro das artes, na vida, em geral, e na sociedade. Enquanto a gente não estiver nem no poder e nem na política, não vai ter direitos para nós. Por isso, a gente está aqui pelas diretas, e por direitos."

Já as "manas" do Slam das Minas e Trans-sarau pediram diretas e direitos, com poesia, contra o machismo e a transfobia, por "liberdade, luta e gozo", pelo direito de "existir e ocupar", com sequência de poesias declamadas que, além da mulher, abordam a pobreza e a vida na periferia, com suas dificuldades, desafios e preconceitos.

"Somos contra essas reformas absurdas desse governo golpista e machista. A onda agora é ir para as ruas e resistir", diz a cantora e compositora paraense Aíla, que também sobe ao palco no Largo do Arouche.

"Temer não será deposto pela Rede Globo, será deposto por nós, nas ruas". A ex-ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci, afirmou que há risco de consolidação de um "fascismo social", que ataca os direitos das mulheres, e lembrou, como exemplo, da disputa judicial com o ator Alexandre Frota, condenada a pagar R$ 10 mil reais por afirmar que o ator estimula a cultura do estupro.

"Não é só contra mim, é contra todas as mulheres. Nenhuma mulher a menos. Pela descriminação e legalização do aborto. Tudo isso só será conquistado com eleições diretas. Não existe democracia sem o voto soberano. Nós queremos votar. Com esse Congresso que está aí, não conseguiremos nada", afirmou Eleonora.

Já a vereadora Juliana Cardoso (PT-SP) afirmou que o ato serve para mostrar que "as mulheres podem, sim." Aquele Congresso tirou uma mulher eleita, querendo dar um recado para nós mulheres. Mas eles se enganam. Eles não sabem que nós, mulheres, temos a força para avançar." Ela também destacou que as reformas da Previdência e trabalhista as afetam ainda mais gravemente. "Tudo isso vai bater diretamente nas mulheres."

Escrito por: Redação – Rede Brasil Atual
Foto: Coletivo Diretas Já 
 

Expediente

Portal Oficial do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

 

Presidente

Paulo Zocchi

Secretária de Comunicação 

Lílian Parise

 

As matérias assinadas não representam necessariamente a opinião da diretoria.


Editora
: Flaviana Serafim


Contatos

Tel:(11) 3217-6299

Fax:(11) 3256-7191

e-mail: jornalista@sjsp.org.br

Facebook: http://www.facebook.com/SindicatoJornalistasSP

Twitter: http://twitter.com/JornalistasSP

Entidades parceiras

fenaj_186x44

cut_469x154

fij_140x140

Endereço

Rua Rego Freitas,530 - Sobreloja
Vila Buarque - SP - CEP: 01220-010
Fone: 11 3217 6299

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.

Mantido por Pandora sarıyer böcek ilaçlama pendik escort ankara travesti maltepe escort bostancı escort canlı bahis oyna pendik escort kurtköy escort pendik escort ümraniye escort kurtköy escort maltepe escort escort escort escort escort maltepe escort maltepe escort maltepe escort maltepe escort istanbul rus escort fuck google kurtkoy escort pendik escort pendik escort maltepe escort izmit escort kartal escort tuzla escort kurtkoy escort şişli escort ankara escort escort kayseri istanbul travesti taksim escort ankara escort ankara escort mersin escort Beşiktaş Escort Bayan travesti porno şirinevler escort beylikdüzü escort kocaeli escort beylikdüzü escort antalya escort pendik escort bayan ankara escort bodrum escort Kadıköy Escort pendik escort
hacklink wordpress free themes meme büyültme hacklink satış e sigara hacklink al